domingo, 3 de julho de 2011

Conheça os alimentos que não podem faltar na sua alimentação

O organismo é como o motor de um carro. Seu funcionamento, duração e potência dependem em grande parte da qualidade do combustível que recebe, ou seja, dos alimentos ingeridos diariamente. Assim, encher seu estômago com os melhores nutrientes é receita quase infalível para manter a boa forma e, dessa maneira, reforçar as defesas do organismo e as funções orgânicas.
O nutricionista e escritor americano Jonny Bowden elaborou uma lista de alimentos que acredita que as pessoas deveriam comer. Segundo ele, a lista é composta por produtos que nem sempre aparecem nos carrinhos de supermercado, mas fornecem nutrientes fundamentais para corpo e mente saudáveis:.

A lista:
Beterraba - Originária da zona litorânea do norte da África, esse alimento pode ser encarado como um "espinafre vermelho", pois é ótima fonte de folato e tem pigmentos vermelhos naturais com propriedades antitumorais.

Repolho - Suas variedades foram conseguidas a partir da espécie silvestre, em cruzamentos e seleções botânicas que adaptaram a verdura às diferentes condições ambientais. Possui grande quantidade de nutrientes, como o sulforafano, uma substância química que ativa as enzimas que agem contra o câncer.

Acelga - Planta típica de áreas litorâneas ou de terras salinas. Pode-se dizer que é parente de espinafres e beterrabas, pertence à família das quenopodiáceas, junto a mais de 1.400 espécies de plantas. Possui grande quantidade de carotenoides, que previnem contra possíveis problemas na vista derivados do envelhecimento.

Canela - É extraída dos galhos de arbustos, que, uma vez secos e sem casca, formam tubinhos aromáticos. Essa especiaria, de sabor doce e picante, ajuda a controlar o açúcar no sangue e o colesterol.

Romã - Tem uma superfície grossa de cor escarlate ou dourada de tom carmesim na parte externa, além de fartas sementes internas, envoltas por uma suculenta polpa de cor rubi. Seu suco ajuda a reduzir a pressão sanguínea e fornece antioxidantes.

Ameixas - Originárias do Cáucaso, da Turquia, e do Irã, segundo a cor de sua casca podem ser classificadas em amarelas, vermelhas, negras e verdes. Quando consumidas secas, fornecem grande quantidade de antioxidantes.

Abóbora - Da mesma família que a melancia, o melão e o pepino, suas sementes são a parte mais nutritiva e contêm magnésio, um mineral cujo consumo está associado a uma redução do risco de morte prematura. Seu purê permite aproveitar ao máximo a verdura, que tem baixo conteúdo calórico e é rica em fibras e vitamina A. Essa combinação estimula as defesas imunológicas e produz saciedade com pouquíssimas calorias.

Sardinhas - Peixes que vivem em águas relativamente quentes e superficiais bem iluminadas. Elas têm alto conteúdo de ômega 3, praticamente não tem mercúrio e são ricas em cálcio. Fornecem ferro, magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre, manganês e vitamina B.

Curcuma - Costuma ser conhecida como um componente do molho curry e há mais de quatro mil anos é usada como condimento. É a "estrela das especiarias" e acredita-se que tenha propriedades antiinflamatórias e antitumorais.

Arando/mirtilo - Embora o frio possa degradar alguns dos nutrientes de outras frutas, quando estão congeladas as chamadas "uvas-do-monte" podem ser usadas em qualquer momento do ano e não estragam. Estudos com animais indicam que seu consumo melhora a memória.

(fonte: Uol)

Daniela Meira - produtora de culinária Mais Você

Nenhum comentário: